Psiquiatra brasileira é eleita para a Diretoria da APAL

apalA representatividade da ABP no cenário da psiquiatria mundial foi novamente reconhecida: a psiquiatra Fátima Vasconcellos foi escolhida para o cargo de secretária executiva da APAL (Associação Psiquiátrica da América Latina) para o biênio 2012-2014.

A escolha da nova diretoria da entidade aconteceu durante a Assembleia Geral, realizada dia 18 de novembro, e que contou com a presença de representantes de todas as sociedades e associações nacionais que integram a APAL. Além da representante brasileira, fazem parte da  Diretoria da APAL, Alfredo Cía (presidente); Rodrigo Nel Córdoba  (presidente eleito 2014-2016); Juan Carlos Stagnaro (secretário-geral); Dário Lagos (secretário de finanças); Graciela Onofrio (coordenadora geral de seções); José Miguel Gómez (secretário regional México, America Central e Caribe); Aitor Castilho (secretário regional dos Países Bolivarianos) e Freedy Pagnussat (secretário regional do Cone Sul).

Fátima Vasconcellos, que também é presidente da Associação Psiquiátrica do Rio de Janeiro, disse que a escolha de um representante da ABP para um cargo de destaque na América Latina passa uma importante mensagem para todos os psiquiatras brasileiros. “Devemos ter em mente que somos representativos, que praticamos uma medicina de qualidade e nossos estudos acadêmicos são respeitados entre os colegas do continente”, afirmou.

A Assembleia Geral aprovou o novo Manual de Procedimentos para os Departamentos Científicos que serão selecionados e eleitos atendendo méritos academicos e de conhecimento, segundo suas áreas de atuação.

Congresso da APAL – Realizado de 16 a 19 de novembro, contou com a participação de 2.500 psiquiatras. Para o presidente da APAL e presidente do Comitê Organizador, Alfredo Cía, o número de congressistas superou as expectativas. “O congresso tentou resgatar o aspecto multidimensional e integrador da profissão médica em especial da psiquiatria”, afirmou Alfredo Cía.

O presidente da ABP, Antônio Geraldo da Silva, foi um dos conferencistas e falou sobre o trabalho da Associação junto ao Senado brasileiro para a aprovação da emenda ao Código Penal que criminaliza a Psicofobia – o preconceito contra os portadores de deficiência e transtornos mentais.

Também participaram do congresso Luis Augusto Rohde, João Romildo Bueno, William Dunningham, André Brasil, Miriam Gorender e Calil Hezim.

Tags: , ,